WHAT'S NEW?
Loading...

Governo federal anuncia leilão do Porto de Aratu na Bahia

Resultado de imagem para Porto de Aratu na Bahia

O governo federal está anunciando que vai leiloar o terminal de granéis sólidos do Porto de Aratu/Candeias. O porto se dedica, principalmente, a movimentação de fertilizantes, concentrado de cobre e minérios diversos. O tempo de contrato deve ser de 25 anos, mas a duração ainda está em estudos.

O leilão acontecerá no quarto trimestre do ano de acordo com a Agência Brasil. O porto é um do 40 a 44 ativos de infraestrutura a serem leiloados ainda nesse ano de 2020, incluindo concessões de rodovias, aeroportos, ferrovias e portos.

Inaugurado em 1975, o Porto de Aratu-Candeias cumpre o papel de indutor do processo de desenvolvimento industrial da Bahia, viabilizando os dois principais polos do setor existentes no Estado: o Centro Industrial de Aratu (CIA) e o Polo Industrial de Camaçari. Quatro décadas depois, o porto, “extensão descontinuada” de Salvador, é um dos mais importantes escoadouros da produção química e petroquímica de todo o país.

De acordo com o presidente da Associação de Usuários dos Portos da Bahia (Usuport) Paulo Villa todos são favoráveis à privatização. “Desde a criação da Usuport que estamos pleiteando a licitação dos terminais portuários do estado. Os terminais privados funcionam muito melhor do que os que estão sob a administração pública. Esta proposta agora anunciada deverá prosseguir com o Porto de Salvador. Trata-se de uma política que, há muitos anos, estava sendo discutida, pois está na lei desde 2003. O que não havia era o interesse da União em privatizar esse ativo”, justificou em entrevista a Tribuna da Bahia.

A Agência Brasil revela, ainda, que a União quer leiloar ainda nove terminais incluindo o do estado da Bahia. Estão no pacote das licitações os portos de Ceará, Maranhão, Paraná e São Paulo.