WHAT'S NEW?
Loading...

Petrobras e Sete Brasil fazem acordos para montagem de navios sondas e vai gerar milhares empregos

Resultado de imagem para Petrobras e Sete Brasil navios sondas

Os termos aprovados entre a Petrobras e Sete Brasil na última sexta-feira (20) acarretará em ótimas notícias para a industria naval do Espírito Santo. Os navios sonda Arpoador e Guarapari, que estão parada no Estaleiro Jurong Aracruz (EJA), na cidade de Aracruz e que podem ser retomadas em 2020.

A estatal informou que vai manter os acordos de afretamento e manutenção destas unidades e de outras duas unidades que irão para o Estaleiro Brasfels, na cidade de Agra dos Reis, no Rio de Janeiro. O valores se mantiveram em R$ 299 milhões em taxa diária e 10 anos de operações, afirma Durval Freitas, coordenador da Findes (Federação das Indústrias do Estado)

” Os dois vão para o EJA, o que representa uma alavancagem significativa para o estaleiro, que vai estar com a plataforma P-71 e mais 2 sondas em construção, isso dá uma estabilidade na produção do Jurong, porque viabiliza a manutenção e funcionamento dele”, acrescenta.

Petrobras sai de contratos de outras 24 sondas

Contratos anteriores feitos entre a Petrobras, Sete Brasil e FIP Sondas foram distratadas com a saída da estatal do quadro societário, o que incluem também a saída/exclusão de projetos referentes a 24 unidades offshore. Desde de inicio o início das investigações da Operação Lava Jato, do Ministério Público Federal do Paraná, os empreendimentos da Sete Brasil estão interrompidos.

Até o dia 30 de junho de 2020 as regras de governança devem entrar em vigência entre a Sete Brasil e as outras empresas.

Nos dias atuais, o EJA está com cerca de 2500 empregados diretos e indiretos, este valor poderá aumentar eventualmente porque com estes novos empreendimentos estimularão a cadeia de fornecedores e prestadores de serviços locais, a previsão é de pelo menos mais 3 anos de vagas de emprego e fomento da economia.