WHAT'S NEW?
Loading...

Petrobras tem potencial de crescimento maior que o da Saudi Aramco, aponta Bradesco BBI

Resultado de imagem para Petrobras tem potencial de crescimento maior que o da Saudi Aramco, aponta Bradesco BBI

Por outro lado, avaliam analistas, vantagens da petroleira saudita em relação à brasileira estão no menor custo para extração de petróleo e na necessidade de menores investimentos para manutenção

Com a aproximação da oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da petrolífera saudita Saudi Aramco, analistas do Bradesco BBI resolveram analisar como a gigante internacional do petróleo pode ser comparada à Petrobras.

A conclusão, que aparece em relatório divulgado a clientes na quinta-feira (14), é que a Saudi Aramco possui vantagens em relação à companhia brasileira em aspectos como o menor custo para extração de petróleo e a necessidade de menores investimentos para manutenção, mas que fica atrás em relação ao potencial de crescimento da produção, além do maior risco geopolítico.

Na comparação, dizem eles, os pontos positivos justificam um prêmio de 90% em cima da avaliação da Petrobras. Os negativos, por outro lado, justificam um desconto de 96%.

Segundo a equipe de análise, liderada por Vicente Falanga, a Aramco deve ser avaliada na oferta em US$ 1,3 trilhão, abaixo da avaliação de US$ 1,7 trilhão feita pelo governo saudita.

Com isso, eles estimam um múltiplo EV/Ebitda (razão entre valor de mercado da empresa, considerando dívida, e o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) de 5,2 vezes para 2020 — abaixo do múltiplo de 5,5 vezes da Petrobras para o mesmo período.

Nas próximas duas semanas, o comando da Aramco realizará coleta de intenções de investimentos (“bookbuilding”) e deve anunciar o preço por ação para o IPO, que será realizado no mercado saudita, no dia 5 de dezembro. A fatia negociada da companhia deve ficar entre 2% e 3%.