WHAT'S NEW?
Loading...

Estaleiro que construiu o 'Titanic' é comprado e salvo da falência

Estaleiro Harland e Wolff, em Belfast — Foto: Reuters

O estaleiro norte-irlandês Harland e Wolff, conhecido por ter construído o "Titanic", foi salvo no último mês da falência ao ser comprado por apenas 6 milhões de libras (US$ 7,3 milhões) pelo grupo britânico de infraestruturas energéticas Infrastrata.

Com sede em Belfast, o estaleiro declarou-se em processo de falência em agosto. Uma verdadeira instituição na Irlanda do Norte, o H&W, que no início do século XX possuía mais de 30.000 trabalhadores, não parou de declinar nas últimas décadas, chegando a apenas cerca de 130 funcionários.

Deste total, 79, que não participaram do plano de reestruturação voluntária, continuarão com seus empregos, informou a compradora Infrastrata em comunicado.

O grupo, especializado em armazenamento e distribuição de gás, planeja aumentar o número de funcionários em várias centenas nos próximos cinco anos.

A empresa petrolífera norueguesa Dolphin Drilling, grupo proprietário do H&W, procurava, sem sucesso, um comprador para esse gigante da história industrial norte-irlandesa, cujos enormes guindastes amarelos dominaram o horizonte de Belfast por um longo tempo.

O estaleiro, criado em 1861, construiu o famoso navio de cruzeiro "Titanic", que naufragou em abril de 1912, na costa da ilha canadense de Terra Nova, durante sua viagem inaugural entre o Reino Unido e Nova York e causou a morte de 1.500 de seus 2.200 passageiros.

De suas instalações também saíram quase 150 navios de guerra durante a Segunda Guerra Mundial.

Posteriormente, a empresa se distanciou da construção naval e, até recentemente, trabalhava principalmente em projetos de energia eólica e engenharia marítima.