WHAT'S NEW?
Loading...

Equinor muda base estratégica para o Porto do Açu no RJ

Resultado de imagem para EQUINOR Porto do Açu

A Equinor mudou o posicionamento estratégico de sua base de apoio no Rio de Janeiro, saindo da Ilha da Conceição para a B-Port, unidade de apoio offshore da Edison Chouest, no Porto do Açu. Tristão explicou que a transição teve como objetivo atender futuros projetos da companhia.

Atualmente, a operadora tem dois PSvs (transporte de suprimentos) contratados para atender o campo de Peregrino e um AHTS (manuseio de âncoras). Outros dois PSVs atendem à campanha exploratória de Carcará. Tristão disse que a campanha exploratória de Carcará, prevista para o segundo semestre de 2021, vai gerar demanda por apoio offshore.

O chefe da cadeia de suprimentos da Equinor Brasil na América do Sul, Rafael Tristão, afirmou que, das 20 novas unidades de produção previstas para os próximos cinco anos no Brasil, sete serão contratadas por operadoras estrangeiras (IOCs). Ele destacou que o Brasil pode ser responsável por 23% de aumento na produção global e que o Rio de Janeiro tem potencial para ser o 13º maior produtor de petróleo do mundo.

A Equinor hoje produz 100 mil barris petróleo por dia no país e planeja triplicar ou até quintuplicar essa produção no horizonte até 2030. Com portfólio atual operado, a empresa planeja ter até três FPSOs no Brasil, sendo o primeira no campo de Carcará, prevista para 2024, e outras duas até o final da próxima década.