WHAT'S NEW?
Loading...

Empresa anuncia joint venture entre Prumo, BP e Siemens para o Gás Natural Açu

Resultado de imagem para Gás Natural Açu

A EIG Global Energy Partners, acionista controlador da Prumo Logística, anunciou realizações da empresa. A Gás Natural Açu (GNA), uma "joint venture" entre a Prumo, a BP e a Siemens para o desenvolvimento e operação de projetos sustentáveis de energia e gás, cumpriu com as condições precedentes para o crédito do financiamento de US$ 750 milhões anunciado anteriormente.

A operação é liderada pela IFC, KfW e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A GNA utilizará os recursos para a finalização da 1ª fase do Complexo termelétrico, com 1,3 GW de capacidade e do terminal de GNL.

O desenvolvimento da segunda fase deste complexo, que contempla uma nova planta termelétrica de 1,7 GW, conhecida como GNA II, já está em andamento e os contratos de energia foram garantidos. Após a conclusão, a GNA I e a GNA II terão capacidade instalada de 3GW — suficiente para fornecer energia para até 14 milhões de residências —, tornando-o o maior polo termelétrico para geração de energia da América Latina.

A GNA tem uma capacidade total licenciada de 6,4 GW e registrou novos projetos no próximo leilão de energia A-6. A GNA I e o terminal de importação de GNL deverão iniciar o seu comissionamento até março de 2020. Além disso, a GNA está desenvolvendo gasodutos offshore, unidade de processamento de gás e terminal de exportação de líquidos para o gás do pré-sal, além de gasodutos onshore para conexão do Açu à malha existente. O investimento total da GNA para o desenvolvimento das duas primeiras fases do complexo está previsto em mais de US$ 2 bilhões.

A Prumo também anunciou a nomeação de veteranos do setor industrial para o seu Conselho de Administração. Pedro Parente, presidente da BRF e ex-presidente da Petrobras, entrou para o Conselho junto com Ieda Gomes, ex-presidente da Comgás e BP Brasil, e Franklin Feder, chairman da InterCement Participações e ex-presidente da Alcoa América Latina.

Parente disse: “Estou feliz por contribuir com essa empresa incrível, operadora do maior porto privado da América Latina. A Prumo e o Complexo do Açu representam uma infraestrutura fundamental para o Brasil conseguir explorar as reservas gigantescas do pré-sal, sendo também um importante viabilizador para o Novo Mercado de Gás. Como brasileiro, tenho orgulho de fazer parte desse esforço que criará um desenvolvimento social e econômico significativo para o Brasil e a região.”