WHAT'S NEW?
Loading...

Trident Energy oferece US$ 1 bilhão por campos da Petrobras na Bacia de Campos

Resultado de imagem para Trident Energy

A Petrobras informou que a Trident Energy apresentou a melhor oferta, na casa de US$ 1 bilhão, para a aquisição dos campos que englobam os polo Enchova e Pampo, em águas rasas da Bacia de Campos. Esta é a terceria vez que a Petrobras licitou as áreas. Em julho de 2018, a estatal havia anunciado que a Ouro Preto apresentou a melhor proposta para a concorrência, mas acabou relicitando os projetos.

“A transação se encontra em etapas finais de aprovação pelos órgãos competentes da Petrobras e as fases subsequentes do projeto serão divulgadas ao mercado de acordo com a sua Sistemática de Desinvestimentos”, disse a empresa em nota.

E quais são os campos?

Os polos Enchova e Pampo incluem dez campos, mas nem todos produzem. Os sistemas são integrados: no polo Pampo, a produção de petróleo e gás é escoada pela plataforma PCE-1, em Enchova, onde é transferida, junto com a produção do polo Enchova, para a planta de Cabiúnas, em Macaé.

A Petrobras vende os ativos como oportunidades de revitalização, por meio da recuperação de poços, recuperação secundária e exploração de reservatórios não desenvolvidos.

Polo Enchova

Inclui os campos de Marimbá, Enchova, Bonito, Enchova Oeste, Bicudo e Piraúna e produz 16,8 mil barris/dia de petróleo em 2018. Marimbá é o principal ativo, com 13,6 mil barris/dia e Bicudo e Piraúna foram interrompidos.

A distância da costa varia entre 80km e 115km do Cabo de São Tomé e a operação ocorre em lâminas d’água entre 100 m e 780 m.

“Múltiplas iniciativas de recuperação (incluindo perfuração de novos poços, reconexão e recompletação de poços, e injeção de água) podem ser implementadas para melhorar o perfil de produção dos ativos”, afirma a Petrobras nos documentos de oferta dos ativos.

Em Marimbá, a produção é realizada pelas plataformas P-08 e P-15 e escoada pela P-65, para tratamento e descarte da água produzida.

Em Bonito, segundo maior produtor, Enchova e Enchova Oeste a produção é feita pela Plataforma Central de Enchova (PCE-1) e o tratamento de óleo e água, pela P-65. Bonito também é conectado à P-15.

Polo Pampo

Formado pelos campos de Pampo, Badejo, Linguado e Trilha, o polo está quase todo paralisado é uma oferta baseada no potencial upside dos ativos. Praticamente, apenas Pampo produz, em média 9,3 mil barris/dia este ano – em Linguado há registro de 13 barris/dia.

De acordo com a Petrobras,  há uma reservatório, batizado de Siri, que pode ser desenvolvido com injeção de água e “levar a um significantivo ramp-up na produção no campo de Badejo”. Há oportunidades no polo para conexão de poços adicionais em Pampo, Trilha e Linguado.