WHAT'S NEW?
Loading...

Ford retira 1,2 bilhão de garrafas PET por ano da natureza

Resultado de imagem para Ford fabrica

Segundo a Ford, cada EcoSport utiliza 470 garrafas plásticas na produção de seus tapetes e carpetes

Somente o EcoSport já consumiu 650 milhões delas desde 2012 em seus tapetes e carpetes

Os cálculos da Ford apontam que a montadora é responsável a cada ano por transformar 1,2 bilhão de garrafas PET em carpetes para seus veículos em todo o mundo. No Brasil, cada EcoSport utiliza 470 garrafas plásticas em revestimentos na forma de carpetes e tapetes. Segundo a empresa, desde o lançamento da nova geração do SUV, em 2012, mais de 650 milhões de garrafas foram transformadas nesse tipo de revestimento.

Em peso seriam 8 mil toneladas. Se colocadas lado a lado essas garrafas reaproveitadas pelo EcoSport dariam duas voltas ao redor do mundo. A Ford informa que começou a utilizar plástico reciclado em seus veículos há 20 anos. O primeiro foi o Mondeo.

O processo para transformar plástico em tapetes e carpetes começa com a fragmentação das garrafas e tampas em pequenos flocos. Depois disso, em empresas especializadas, eles são fundidos a 260°C e transformados em fibras com a espessura de um fio de cabelo. Essas fibras são então combinadas a outras e passam por um processo têxtil, formando o material que dá origem ao carpete.

No Brasil, todos os tapetes e carpetes dos veículos fabricados localmente contêm PET reciclado. O trabalho realizado nos laboratórios globais da empresa para o desenvolvimento de materiais é complementado por pesquisas locais de matérias-primas de origem natural.

Um exemplo é a fibra de juta, que graças a um projeto pioneiro foi adicionada ao polipropileno no compósito usado na fabricação da tampa do porta-malas do Ka, com ganho de resistência e redução de peso.

A importância da reciclagem decorre do alto consumo mundial de garrafas PET, 1 milhão por minuto ou 526 bilhões por ano. A maioria é descartada na natureza.