WHAT'S NEW?
Loading...

Enauta projeta FPSO de 50 mil barris por dia para Bacia de Santos

Resultado de imagem para Enauta projeta FPSO

A Enauta está licenciando com o Ibama a instalação de um FPSO com capacidade para produzir 50 mil barris por dia de petróleo no campo de Atlanta, em águas profundas da Bacia de SAntos. A empresa estima que a unidade de produção comece a produzir em 2022.

O campo de Atlanta produz atualmente a partir de um Sistema Antecipado de Produção (SPA) com o FPSO Petrojarl 1, contratado com Teekay Offshore. O atual sistema antecipado terá no total três poços produtores, que depois serão transferidos para o sistema definitivo, que terá ao todo 12 poços. A perfuração dos novos poços será feita em duas fases, sendo quatro poços em 2021 e outros cinco, em 2024.

O sistema definitivo de Atlanta terá dois manifolds submarinos de serviço, três linhas de serviço para preservação com diesel e seis umbilicais com cabo de potência.

O campo de Atlanta é alvo de uma disputa societária. No mês passado, A Enauta recebeu a aprovação da ANP para cessão compulsória da participação da Dommo (ex-OGX) no campo de Atlanta (BS-4). A decisão foi tomada pela diretoria da agência nesta quarta (19). A informação foi confirmada em comunicado ao mercado.

A decisão é é uma das etapas para a formalização das ações da Dommo Energia para Enauta e Barra Energia, que passarão a deter formalmente, cada uma, 50% no contrato BS-4, onde está o campo de Atlanta, no pós-sal da Bacia de Santos. Para fins de apropriação da produção e reservas, as companhias já consideravam a saída da Dommo, com base em decisões arbitrais de 2018, retroativas a outubro de 2017.