WHAT'S NEW?
Loading...

WEG e Embraer firmam parceria em propulsores elétricos

Resultado de imagem para WEG e Embraer firmam parceria em propulsores elétricos

A WEG e a Embraer firmaram acordo de cooperação científica e tecnológica para o desenvolvimento de novas tecnologias e soluções na área de propulsão elétrica de aeronaves. O objetivo da parceria é acelerar a busca de conhecimentos para aumentar a eficiência energética das aeronaves a partir da utilização e integração de motores elétricos em sistemas de propulsão.

Hoje, o processo de eletrificação faz parte de um conjunto de esforços da indústria aeronáutica que visam atender compromissos de sustentabilidade ambiental, a exemplo do que já vem sendo feito com os biocombustíveis para a redução de emissões de carbono.

“Os avanços das pesquisas podem tornar a energia limpa e renovável um importante viabilizador de uma nova era da mobilidade aérea urbana”, afirmou Daniel Moczydlower, vice-presidente executivo de Engenharia e Tecnologia da Embraer.

A cooperação entre as equipes de pesquisa vai apoiar a criação de tecnologias que podem gerar oportunidades para evoluções futuras de novas configurações aeronáuticas e a possibilidade de desenvolvimento de novos segmentos de mercado.

“Nossa tecnologia de powertrain, desenvolvida para aplicações em trens, ônibus, caminhões e barcos, nos habilitou para este projeto. Junto com a Embraer vamos trabalhar não só para viabilizar a propulsão elétrica de aeronaves, mas também para elevar a nossa capacidade tecnológica, assim como da Embraer e do próprio país”, disse Manfred Peter Johann, diretor superintendente da Weg Automação.

Após o período de teste de laboratório, uma plataforma aeronáutica será utilizada para a integração e testes em condições de operação real. Para os ensaios será utilizada uma aeronave de pequeno porte, monomotor, baseada no EMB-203 Ipanema, que realizará a avaliação primária da tecnologia de eletrificação. O primeiro voo do demonstrador movido por energia elétrica está previsto para 2020.

A Embraer aposta no modelo de inovação aberta e mantém colaboração com dezenas de universidades e centros de pesquisa no Brasil e no exterior. Já a Weg possui estrutura formada por 33 laboratórios de pesquisa, contando com 2.435 colaboradores envolvidos com atividades de pesquisa e inovação.