WHAT'S NEW?
Loading...

Embrapii supera marca de 700 projetos com investimentos de R$ 1,2 bilhões

Resultado de imagem para Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii)

Com os 44 projetos firmados nos primeiros 100 dias de 2019, a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) acaba de superar a marca dos 700 projetos de caráter inovador, sempre desenvolvidos por seus centros de pesquisas credenciados em parcerias com empresas nacionais.

Os 44 novos projetos - praticamente um a cada dois dias - totalizam R$ 52 milhões. Todos os 700 projetos desenvolvidos com a chancela da Embrapii somam R$ 1,2 bilhão, sendo um terço de recursos não reembolsáveis e o restante dividido entre as unidades Embrapii credenciadas e as empresas envolvidas.

“O modelo desburocratizado em que trabalhamos permite que os negócios tenham a celeridade, flexibilidade exigidas pelo mercado”, destaca o diretor-presidente da Embrapii, Jorge Guimarães. “Nossa expectativa é chegar a 1 mil projetos até o final do ano e alcançar o investimento total de R$ 2 bilhões”.

Vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, a Embrapii atua por meio da cooperação com instituições de pesquisa científica e tecnológica, públicas ou privadas, tendo como foco as demandas empresariais. Atualmente, há 42 unidades credenciadas distribuídas pelo país.

O crescimento da entidade foi meteórico. Em 2014, primeiro ano de atuação, foram R$ 11 milhões investidos em 9 projetos. No ano seguinte, o aporte financeiro atingiu R$ 131 milhões em 69 projetos. Em 2016, já seriam firmados 108 projetos, que totalizaram R$178 milhões.

Em 2017, o número de projetos mais que dobrou em relação ao ano anterior, chegando a 214, com investimento total de R$ 342 milhões. No ano passado foram gerados na rede da Embrapii 256 novos negócios de valor total R$ 437 milhões, ou seja, quase 30 vezes mais projetos do que em seu primeiro ano de atuação.

Para participar do programa, as empresas que possuem um projeto avaliado como inovador devem se associar a uma das unidades que avaliam os projetos, analisam questões como viabilidade técnica e interesse do mercado. A Embrapii fica responsável por um terço do investimento, a unidade disponibiliza mão de obra e equipamentos e a empresa financia o restante.

NOVOS PROJETOS

 Dos projetos previstos para este ano, um sistema de inspeção inteligente totalmente automatizado deve, por exemplo, modificar o processo de trabalho nas fábricas de chapas de aço para portas dos carros.

Hoje, é uma pessoa quem verifica visualmente se há falhas na chapa. O sistema será inserido no final do processo de fabricação, momento em que a chapa será inspecionada para evitar falhas na produção, permitindo entregar um produto final com mais qualidade e confiabilidade. O projeto, de mais de R$ 2 milhões, será desenvolvido pela Unidade Embrapii ISI Sensoriamento, de São Leopoldo (RS), em parceria com a empresa Soluções Usiminas.

Já o robô Snake, projeto desenvolvido pela Unidade Embrapii ISI Laser, de Joinville (SC), e a montadora General Motors, promete automatizar o sistema de inspeção de solda na indústria automotiva tornando-a mais eficaz, precisa e econômica à empresa. Semelhante a uma cobra ao se movimentar, o Snake é um robô manipulador flexível, característica que lhe permite alcançar locais de difícil acesso e com obstáculos físicos no caminho. A mobilidade ocorre pela dinâmica de seus eixos modulares.

Apesar de projetado para um fim específico, a versatilidade do robô Snake permitirá que ele seja utilizado em outros segmentos, como na aplicação de selantes internos, inspeções dimensionais e de montagem em ambientes de difícil acesso.