WHAT'S NEW?
Loading...

Santos Brasil prepara ampliação do Tecon

Imagem relacionada

A expansão do Terminal de Contêineres (Tecon) de Santos, que terá seu cais ampliado em 220 metros, totalizando 1.510 metros, é uma das ações anunciadas por sua operadora Santos Brasil. O crescimento do costado será acompanhado de investimentos de R$ 10 milhões em Tecnologia da Informação (TI), além de R$ 40 milhões em outros serviços de cais.

“Estamos sempre na vanguarda dos produtos e temos uma série de projetos de TI em andamento. Eles são pensados para trazer maior eficiência e velocidade do atendimento aos clientes”, diz Marlos Tavares, diretor de Operações da Santos Brasil.

Apesar de não detalhar de que forma será direcionado o investimento em TI, por uma questão de mercado, o executivo conta que as aquisições da empresa são personalizadas para melhor atender aos clientes.

“Os equipamentos trazem uma tecnologia a embarcada que é específica e foi produzida para a Santos Brasil. Fomos três vezes à China para deixá-los com a nossa cara”, explicou o diretor de Operações.

Apesar de implementar novas tecnologias com uma certa automação, Marlos Tavares ressalta que isso não significa o corte de funcionários.

Investimentos


Ao todo, a empresa tem investimentos previstos de R$ 300 milhões. A metade, R$ 150 milhões, será destinada à ampliação do cais, serviço a ser realizado pela construtora Axxo.

Outros R$ 100 milhões foram destinados à aquisição de dois guindastes de cais ship-to-shore cranes (STS), 30 reboques e 30 terminal tractors para a movimentação de cargas no pátio - eles têm capacidade para 65 toneladas e podem transportar até dois contêineres de 20 pés cheios.

Com as novas dimensões, o Tecon terá capacidade de receber, ao mesmo tempo, três navios New Panamax, de 366 metros. O Terminal de Exportação de Veículos (TEV, localizado ao lado do Tecon e também operado pela Santos Brasil) permanecerá com 310 metros de cais e continuará capaz de receber uma embarcação. “O aumento do cais permite que a empresa se antecipe ao atendimento de navios de 366 metros, que ainda não podem entrar no Porto de Santos. Se pudessem, nós conseguiríamos operar. Não abrimos mão dessa capacidade”, explicou Tavares.

As embarcações do tipo New Panamax têm capacidade de transportar até 12.500 Twenty-foot Equivalent Unit (TEU, medida equivalente a um contêiner de 20 pés).

Plano


Os investimentos começaram em 2018 e fazem parte de um projeto total de modernização do Tecon Santos, que prevê a injeção de R$ 1,3 bilhão. A Santos Brasil pretende aumentar as eficiências operacional e energética, a velocidade e o fluxo da operação, o que deve ampliar em ao menos 20% a capacidade de movimentação do terminal, de 2 milhões para 2,4 milhões de TEU/ano.

Empregos


A ampliação do Tecon deve gerar 600 empregos diretos e outros cerca de 850 indiretos. O prazo previsto para a conclusão é de 18 meses. A Santos Brasil planejou a obra para que o serviço não cause interferência na operação ou limite a capacidade do terminal.