WHAT'S NEW?
Loading...

Guedes descarta, por ora, privatização da Petrobras, mas critica monopólio

Resultado de imagem para privatização da Petrobras

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que, por ora, o Governo não trabalha com a possibilidade de privatizar a Petrobras, mas afirmou que quer quebrar monopólios da empresa e superar burocracias antigas na estatal que limitam um plano para baratear o preço do gás no País.

O ministro Paulo Guedes vem conversando com o ex-presidente do Banco Central, Carlos Langoni, sobre o choque de energia barata. Esse choque viria do barateamento do preço do gás no curto prazo.
Após encontro com ministro da Fazenda da Argentina, Guedes disse que é possível em até 45 dias já trabalhar nesta direção do choque de energia barata via gás no Brasil. Ele acrescentou ainda que existe resistência dentro da Petrobras contra esse monopólio do combustível.

Guedes acrescentou que chegou a colocar um consultor na Petrobras, mas que este já está sendo dominado pela burocracia que impera dentro da estatal. “Esse consultor fez um plano que daqui quatro anos vamos ter gás barato. Ele está trabalhando para o próximo governo”, disse.

O ministro da Economia disse ainda que Brasil e Argentina vão superar diferenças que existem no âmbito das negociações para formatação de acordo bilateral entre Mercosul e União Europeia.