WHAT'S NEW?
Loading...

Bahia lidera cadastro de projetos para leilão de energia A-4

Resultado de imagem para leilão de energia A-4

A Bahia saiu na frente no número de empreendimentos cadastrados para o leilão de energia A-4, que está previamente agendado para 28 de junho. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) cadastrou 1.581 empreendimentos, somando 51.204 MW, em 20 estados, sendo 456 projetos que somam 14 GW da Bahia. O Rio Grande do Norte veio em seguida, com 10.518 MW em 305 empreendimentos, enquanto o Piauí ficou com a terceira colocação, com 8.782 MW em 258 projetos.

“Somos líder nacional na comercialização de parques, tanto eólicos quanto fotovoltaicos, nos leilões realizados pela EPE. Os números provam que o Governo baiano tem trabalhado muito para manter ambiente de negócios do estado atrativo. A expectativa com este novo leilão é que a Bahia continue a atuar no mercado de renováveis e traga mais desenvolvimento e renda para o povo baiano”, afirma o vice-governador e secretário de Desenvolvimento Econômico, João Leão.

A fonte fotovoltaica foi a que cadastrou o maior número de projetos, totalizando 751 empreendimentos com 26.253 MW. O crescimento foi de 31% em relação ao último cadastramento (A-4 2018), no qual foram registrados 620 projetos com 20 GW. A fonte eólica, que foi a segunda com maior cadastro, com 23.110 MW também em 751 projetos. Foram cadastradas ainda quatro UHEs, que somam 164 MW. Já as PCHs reuniram 44 projetos em 606 MW e as CGHs somaram 32 MW em 12 empreendimentos. As  térmicas a biomassa somaram 1.039 MW em 19 projetos.

O estado da Bahia lidera os projetos cadastrados tanto em solar (193), quanto em eólica (260), além de ter cadastrado dois projetos em biomassa e um em PCH. Seguindo a tendência nacional, a fonte fotovoltaica cadastrou, em 2019, mais projetos que os anos anteriores: 2018 (177) e 2017 (162).