WHAT'S NEW?
Loading...

Equinor vai escoar produção de Roncador pelo Porto do Açu

Resultado de imagem para Porto do Açu

A Equinor vai realizar, a partir de janeiro de 2020 e por 36 meses, operações ship to ship no Terminal de Petróleo da Açu Petróleo, no Complexo do Porto do Açu, no norte fluminense. A empresa vai na área as operações de alívio da sua parcela na produção do campo de Roncador, onde recentemente comprou participação de 25% da Petrobras.

“A Equinor é mais uma empresa que optou por utilizar a moderna e segura infraestrutura do T-OIL. A entrada de mais este importante cliente irá reforçar ainda mais o nosso compromisso por excelência em segurança e cuidado com o meio ambiente em nossas operações”, disse Victor Bomfim, presidente da Açu Petróleo.


A Petrobras e a Equinor concluíram em junho do ano passado a negociação para o farm-in da norueguesa no projeto do campo de Roncador, em águas profundas da Bacia de Campos. A Equinor, que tem agora 25% de participação no campo, pagou à Petrobras US$ 2 bilhões. Outros US$ 550 milhões contingentes serão investidos em projetos para aumento da recuperação do campo.

Roncador é o terceiro maior produtor de petróleo do país, superado apenas por Lula e Sapinhoá, campos do pré-sal da Bacia de Santos. Os dados dos poços de produção do campo indicam o potencial para elevação do fator de recuperação: são 51 poços produtores, o maior deles produzindo 16 mil barris/dia e o menor, 0,9 barris/dia.