WHAT'S NEW?
Loading...

Petrobras busca interessados em arrendar fábricas de fertilizantes no Nordeste

Resultado de imagem para Petrobras  fábricas de fertilizantes no Nordeste

A Petrobras deu início a um processo em busca de interessados no arrendamento de suas fábricas de fertilizantes, localizadas em Sergipe (Fafen-SE) e na Bahia (Fafen-BA), informou a petroleira em comunicado, ao mesmo tempo em que formalizou a dispensa de diretores. 

A companhia explicou que, em relação às Fafens, deu início a um procedimento de pré-qualificação, visando habilitar as empresas que manifestarem interesse em participar de licitações futuras destinadas ao arrendamento das fábricas, incluindo os terminais marítimos de amônia e ureia no Porto de Aratu (BA). 

“A transferência da operação depende da existência de interessados habilitados na etapa de pré-qualificação e da realização do processo de licitação, ainda sujeita à aprovação da diretoria Executiva”, disse a Petrobras no comunicado. 

Segundo a petroleira, a Fafen-BA é uma unidade de fertilizantes nitrogenados com capacidade de produção total de ureia de 1.300 toneladas ao dia e também comercializa amônia, gás carbônico e agente redutor líquido automotivo (Arla 32). 

Já Fafen-SE é uma unidade de fertilizantes nitrogenados com capacidade de produção total de ureia de 1.800 t/dia. Também comercializa amônia, gás carbônico e sulfato de amônio. 

MUDANÇAS NA DIRETORIA 

Em paralelo, a Petrobras disse que seu Conselho de Administração aprovou as dispensas de Solange Guedes do cargo de diretora-executiva de Exploração e Produção, a partir de 20 de janeiro, e de Hugo Repsold Júnior do cargo de diretor-executivo de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia, a partir do dia 12. 

Segundo a empresa, o diretor-executivo Financeiro e de Relacionamento com Investidores, Rafael Salvador Grisolia, exercerá interinamente os cargos de diretor-executivo de Exploração e Produção e de diretor-executivo de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão. 

Já Eberaldo de Almeida Neto, diretor-executivo de Assuntos Corporativos, exercerá interinamente o cargo de diretor-executivo de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia, além do cargo de diretor-executivo de Refino e Gás Natural que já vinha acumulando. 

A Petrobras destacou ainda que os nomes dos novos diretores indicados, já anunciados —Anelise Quintão Lara para diretora-executiva de Refino e Gás Natural, Carlos Alberto Pereira de Oliveira para diretor-executivo de Exploração e Produção, Lauro Cotta para diretor-executivo de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão e Rudimar Andreis Lorenzatto para diretor-executivo de Desenvolvimento da Produção & Tecnologia— estão seguindo os procedimentos internos de governança corporativa da companhia.