WHAT'S NEW?
Loading...

As duas empresas mais valiosas do mundo não estão no Vale do Silício

Imagem relacionada

Enquanto os holofotes se concentram no Vale do Silício, outra região dos Estados Unidos se destaca (e muito) nos negócios. É o caso de Seattle, capital do estado de Washington. A região abriga as duas empresas mais valiosas do mundo: Amazon e Microsoft, que acumulam, respectivamente, uma fortuna de US$ 796,78 bilhões e US$ 783,57 bilhões, informou o site VentureBeat.

A empresa de Jeff Bezos alcançou o posto de mais valiosa do mundo nesta semana, com o valor de US$ 1.629,51 por ação. Nascida em Seattle, a cidade ainda serve como laboratório para algumas da ideias mais ousadas da companhia, como as duas lojas sem caixas registradoras e filas, a Amazon Go.

O resultado é mais uma comemoração após o bom ano que Bezos teve com a companhia. O CEO da Amazon aumentou seu patrimônio em 2018 em US$ 24 bilhões – montante superior a qualquer das outras 500 pessoas do Índice de Bilionários da Bloomberg.

Desde o mês passado, a briga pela liderança tem sido intensa entre as gigantes da tecnologia. Agora, em segundo lugar, a Microsoft compete com a Apple – que também ocupou o posto por alguns momentos no final de 2018. A veterana da tecnologia tem sede na cidade de Redmond, que fica na região metropolitana de Seattle.

A cidade ainda serve de base para outras grandes companhias norte-americanas, como a rede de cafeterias Starbucks.