WHAT'S NEW?
Loading...

Nordeste: Economia com GNV na Bahia pode chegar a 59% de economia

Resultado de imagem para Nordeste: Economia com GNV na Bahia pode chegar a 59% de economia

De acordo com estudo da Abegás realizado na Bahia, quem veículo convertido para GNV consegue uma economia de 53% (ante a gasolina) e de 59% (ante o etanol). Abastecendo com GNV em postos baianos, o motorista gasta, em média, R$ 19 para rodar 100 quilômetros. O mesmo percurso demandaria R$ 40 se o combustível fosse gasolina e R$ 45, com etanol. Quem roda 2.500 quilômetros com GNV poupa R$ 528 em relação ao uso de gasolina e R$ 658, no lugar do etanol.

Em Pernambuco, os motoristas que rodam com GNV garantem 56% de economia em relação ao etanol e 51% ante a gasolina. Para quem abastece em postos pernambucanos e roda 100 quilômetros, o custo é de R$ 19 com GNV. Já com gasolina, a despesa sobe para R$ 38 e com etanol, para R$ 43. Um total de 2.500 quilômetros com GNV pode levar a uma redução de despesas de R$ 480 (em vez do uso de gasolina) e de R$ 594 (no lugar do etanol).

Em postos cearenses, a economia mensal para quem roda 2.500 quilômetros pode variar de R$ 421 (ante a gasolina) a R$ 595 (ante o etanol). Rodar 100 quilômetros com GNV custa R$ 24. Já com a gasolina, o desembolso é de R$ 41. Essa quantia sobe para R$ 48 com o etanol. O percentual de economia vai de 41% (no lugar da gasolina) a 50% (no lugar do etanol).

No Rio Grande do Norte, rodar 100 quilômetros com GNV sai por R$ 23 enquanto com gasolina esse desembolso é de 39 e com etanol, R$ 45. O uso do GNV representa uma economia de 42% (ante a gasolina) e de 50% (ante o etanol). Um total de 2.500 quilômetros rodados com GNV representa uma economia de R$ 416 (substituindo a gasolina) e de R$ 564 (em vez do etanol).

Em Alagoas, a economia mensal com GNV varia de R$ 498 (ante a gasolina) a R$ 680 (ante o etanol) para quem rodar 2.500 quilômetros. A economia é de 49% (na comparação com a gasolina) e de 57% (com o etanol). O custo de rodar 100 quilômetros é de R$ 21 com GNV, R$ 41 com gasolina e R$ 48 com etanol.

Na Paraíba, rodar 100 quilômetros com GNV sai por R$ 22. Esse valor sobe para R$ 36 com gasolina e R$ 42, com etanol. A economia varia de 38% (ante a gasolina) a 46% (ante o etanol). A redução de custo mensal para quem roda 2.500 quilômetros mensais é de R$ 348 (substituindo a gasolina) e de R$ 477 (no lugar do etanol).

Em postos do Sergipe, o consumidor consegue rodar 100 quilômetros com R$ 22 se abastecer com GNV, R$ 38 se o combustível for gasolina e R$ 48 com etanol. A economia é de 43% (ante gasolina) e 54% (ante o etanol). O corte de despesas para quem usa GNV e roda 2.500 quilômetros mensais chega a R$ 408 (como substituto da gasolina) e a R$ 643 (em vez de uso do etanol).

Para realizar a análise, a Abegás utiliza como referência os dados do manual de fábrica do veículo Fiat Siena, que traz a estimativa de consumo com os três combustíveis. Ele percorre 13,2 quilômetros por metro cúbico de GNV, 10,7 quilômetros com gasolina e 7,5 quilômetros com o etanol. A base para o cálculo da economia mensal proporcionado pelo GNV leva em conta veículos que rodam, em média, 2.500 quilômetros no período.