WHAT'S NEW?
Loading...

Governo vai leiloar ferrovia Norte-Sul, aeroportos e portos

Resultado de imagem para ferrovia norte-sul

Dentro do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), o governo federal lançou os editais de leilão de concessões de 12 aeroportos, da Ferrovia Norte-Sul (FNS) e de quatro terminais portuários. Os 17 empreendimentos têm leilões previstos para o 1º trimestre de 2019. A expectativa de arrecadação ultrapassa os R$ 4,5 bilhões e os investimentos em torno de mais de R$ 6,5 bilhões. Os editais serão publicados no Diário Oficial da União desta sexta-feira (30/11).

O evento marca o último lançamento de editais de concessões no setor de Transportes do atual governo, que informa ter aprovado, via PPI, 73 empreendimentos de concessões e arrendamentos no setor Transportes - 21 deles concluídos, 44 estão em andamento e oito tiveram seus prazos de concessão prorrogados. No total, foram arrecadados aproximadamente R$ 3,8 bilhões em outorgas.

Ferrovia - A concessão da Norte-Sul contempla o trecho de 1.537 km entre Porto Nacional (TO) e Estrela D’Oeste (SP). O valor mínimo de outorga será de R$ 1,35 bilhão e o prazo de concessão é de 30 anos. A estimativa é que ao final da concessão a capacidade operacional do trecho chegue a 22,73 milhões de toneladas. Para isso, a estimativa de investimento é de R$ 2,8 bilhões. Atualmente, o trecho Porto Nacional a Anápolis (GO), com 855 km, já está concluído pela Valec; de Ouro Verde (GO) até Estrela D’Oeste, 682 km, está com 96,5% de avanço físico.

Os 12 aeroportos serão concedidos em três blocos - Nordeste, Sudeste e Centro-Oeste - pelo prazo de 30 anos. Os investimentos são de R$ 2,15 bilhões para o Nordeste, formado por Recife (PE), Maceió (AL), João Pessoa e Campina Grande (PB), Aracaju (SE) e Juazeiro do Norte (CE); de R$ 770 milhões para o bloco Centro-Oeste, composto por Cuiabá, Sinop, Rondonópolis e Alta Floresta (MT); e R$ 591 milhões para o Sudeste, com os terminais de Vitória (ES) e Macaé (RJ). O valor mínimo de outorga para arrematar os 12 terminais será de R$ 2,1 bilhões.

No setor de portos, serão arrendados quatro terminais, sendo: três em Cabedelo (PB) e um em Vitória (ES). Os terminais paraibanos (AI-01, AE-10 e AE-11) vão movimentar quase R$ 71,5 milhões em investimentos. O prazo de concessão será de 25 anos, exceto AE-10 que será de 35 anos. Já no terminal capixaba (VIX-30) são estimados R$ 128 milhões em 25 anos.