WHAT'S NEW?
Loading...

EMPREGOS: contagem regressiva para licitação de sondas

Resultado de imagem para  licitação de sondas

O consórcio de Libra abre a qualquer momento as propostas comerciais da licitação para o afretamento de duas sondas para o projeto de Mero, operado pela Petrobras, em parceria com a Shell, Total, CNPC e CNOOC. A expectativa é de que isso ocorra até esta sexta-feira (16) e que logo em seguida seja divulgada a classificação comercial das empresas.

A BE Petróleo apurou que a licitação está sendo disputada pela Ensco, Ocean Rig, Seadrill, Pacific Drilling, e Maersk. No entanto, a Petrobras deverá convocar para negociar apenas as duas empresas que obtiverem melhor classificação comercial, sem revelar o preço apresentado nas propostas.

A entrega de propostas ocorreu no início de outubro. Desde então, a Petrobras vem trabalhando com as empresas no processo de qualificação técnica e jurídica. Desta vez, a petroleira optou pela estratégia de não desqualificar nenhuma proponente por falta de documento sem antes solicitar complemento de informações. Portanto, a tentativa foi de manter o maior número de empresas no processo para ampliar a concorrência.

O setor aguarda com grande expectativa para conhecer os preços da concorrência. A aposta é de que as taxas diárias venham altas, acima da atual média do mercado, ultrapassando o patamar de US$ 200 mil/dia.

Sem reajuste de tarifa

Capacitadas 3 mil m, as duas sondas de Mero terão que estar disponíveis para iniciar operação em dezembro de 2019. Além disso, os dois equipamentos terão que ter duas torres de perfuração, sendo que um deles terá que estar equipado com MPD.

Os dois contratos não contemplam cláusula de reajuste de tarifa, caso o consórcio opte por estender o prazo de afretamento. A sonda 1, que tem exigência de MPD, tem prazo firme de 550 dias e opção de renovação por mais 815 dias. Já o contrato da segunda unidade é de 629 dias firmes e 680 dias opcionais.

A licitação das sondas para Mero foi lançada no início de maio. A entrega de propostas estava marcada para agosto, mas o prazo foi sucessivamente adiado pelo consórcio de Libra.


Por Claudia Siqueira