WHAT'S NEW?
Loading...

Petrobras e Prefeitura de Maricá acertam os últimos detalhes das obras do gasoduto Rota 3 que interligará o pré-sal ao COMPERJ

Resultado de imagem para gasoduto Rota 3 que interliga o pré-sal ao COMPERJ

Em reunião entre a Prefeitura de Maricá e a Petrobras sobre obras que deverão ser realizadas em Maricá com o objetivo da construção do gasoduto Rota3, para escoar a produção de gás do Pólo Pré-Sal da Bacia de Santos, a prefeitura através da Secretaria de Indústria e Portuária apresentou aos representantes da estatal a implantação do Cadastro Municipal de Mão de Obra Local, para utilização do setor industrial e portuário do município.

De acordo com Igor Sardinha, secretário municipal de Indústria e Portuária de Maricá, o cadastro surgiu à partir do Protocolo de Intenções assinado com a DTA Engenharia que já se comprometeu a utilizar o cadastro para as obras do Terminal Ponta Negra, o Porto de Maricá. O cadastro terá uma interface direta com as empresas que produzem e prestam serviço a cidade, de forma a garantir que a população de Maricá tenha acesso as ofertas de emprego que serão produzidas pelas indústrias, e pelas obras portuárias. “O sistema já está prestes a ser lançado e será feita de forma digital, e transparente, onde todos os maricaenses poderão enviar seus currículos e documentos pertinentes. A missão dada pelo prefeito Fabiano Horta é de garantir que o maricaense consiga aproveitar as oportunidades oriundas do desenvolvimento da nossa cidade”, disse Igor.

Durante a reunião foi solicitada a Petrobras o esforço junto as empresas contratadas para que a mobilização dos profissionais utilize o cadastro municipal. A Petrobras reconheceu de forma positiva a iniciativa do município, e se comprometeu a levar a demanda às suas contratadas no âmbito do município.

A Petrobras informou na reunião que o objetivo do gasoduto Rota3 é escoar 18 milhões de metros cúbicos de gás, proveniente do Pólo Pré-Sal da Bacia de Santos até o Comperj, para que lá possa ser processado e disponibilizado ao mercado consumidor. Segundo os representantes da estatal, estão pendentes duas obras, correspondentes a dois trechos do gasoduto: um ultraraso, que contempla a implantação de um furo direcional na interface mar-terra, na praia de Jaconé, e um trecho terrestre com 48km, iniciando-se na praia de Jaconé, e que percorrerá o município até o Comperj, em Itaboraí.

Em reunião entre a Prefeitura de Maricá e a Petrobras sobre obras que deverão ser realizadas em Maricá com o objetivo da construção do gasoduto Rota3, para escoar a produção de gás do Pólo Pré-Sal da Bacia de Santos, a prefeitura através da Secretaria de Indústria e Portuária apresentou aos representantes da estatal a implantação do Cadastro Municipal de Mão de Obra Local, para utilização do setor industrial e portuário do município.
Durante a reunião foi solicitada a Petrobras o esforço junto as empresas contratadas para que a mobilização dos profissionais utilize o cadastro municipal. A Petrobras reconheceu de forma positiva a iniciativa do município, e se comprometeu a levar a demanda às suas contratadas no âmbito do município.

A Petrobras informou na reunião que o objetivo do gasoduto Rota3 é escoar 18 milhões de metros cúbicos de gás, proveniente do Pólo Pré-Sal da Bacia de Santos até o Comperj, para que lá possa ser processado e disponibilizado ao mercado consumidor. Segundo os representantes da estatal, estão pendentes duas obras, correspondentes a dois trechos do gasoduto: um ultraraso, que contempla a implantação de um furo direcional na interface mar-terra, na praia de Jaconé, e um trecho terrestre com 48km, iniciando-se na praia de Jaconé, e que percorrerá o município até o Comperj, em Itaboraí.