WHAT'S NEW?
Loading...

Ibama concede licença de operação da plataforma P-69

Resultado de imagem para plataforma p-69

Sinal verde para o FPSO P-69, que irá produzir no pré-sal da Bacia de Santos. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) concedeu a Licença de Operação para a unidade, que será instalada no módulo Extremo Sul do campo de Lula. De acordo com a Petrobrás, a plataforma deve entrar em operação neste trimestre.

A licença do IBAMA possui 35 condicionantes para a operação, incluindo projetos de monitoramento de cetáceos (mamíferos aquáticos como baleias e golfinhos), de praias e de impactos de plataformas e embarcações sobre a avifauna na Bacia de Santos. O Instituto também determinou o desenvolvimento de projeto para controle da poluição.

A plataforma terá capacidade de processamento diário de 150 mil barris de óleo e de seis milhões de metros cúbicos de gás. Além disso, conta com estrutura capaz de estocar 1,6 milhão de barris de óleo e atuará em profundidade d’água de 2.200 metros. O casco do navio – com 288 metros de comprimento, 54 metros de largura (boca) e 31,5 metros de altura – foi construído no estaleiro Cosco, em Zhoushan, na China.

A chamada “Etapa 2 do Pré-Sal” é conduzida em processo de licenciamento regional e abrange sete sistemas de Produção Antecipada (SPA), 13 estruturas para desenvolvimento de produção, entre elas a P-69; e 15 trechos de gasoduto.