WHAT'S NEW?
Loading...

Ex-presidente da Petrobras recorre contra bloqueio por sobrepreço de R$ 960 milhões em refinaria

Resultado de imagem para Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco

O coordenador da campanha de Fernando Haddad (PT), José Sérgio Gabrielli fez novo apelo ao Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar decisão do Tribunal de Contas da União (TCU) que determinou o bloqueio de seus bens em processo envolvendo superfaturamento de R$ 960 milhões em obras na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Gabrielli presidiu a Petrobras entre 2005 e 2012. Além dele, o ex-diretor da estatal e delator da Lava Jato Renato Duque; o falecido empreiteiro Idelsonso Colares; a Queiroz Galvão; Valdir Lima Carreiro, da Iesa, e o consórcio responsável são alvo da cautelar desde dezembro de 2017. Os ministros de Contas determinaram o confisco por um ano.