WHAT'S NEW?
Loading...

Bacia de Campos volta a impedir o crescimento da produção nacional de petróleo em julho

Resultado de imagem para Bacia de Campos

A produção brasileira de petróleo caiu em julho, para 2,572 milhões de barris/dia de petróleo, uma variação de -0,68% na comparação com junho, quando o país produziu 2,589 milhões de barris/dia.

A Bacia de Santos chegou perto de bater um novo recorde em julho, com 1.298.413 barris/dia de petróleo, perto da marca atingida em maio, de 1.298.926 barris/dia. Mais uma vez, contudo, os bons resultados de Santos não foram suficientes para compensar perdas em outras bacias, em especial na de Campos.

São valores compilados pela epbr, a partir de dados brutos disponíveis na Agência Nacional de Petróleo (ANP), que deve divulgar o boletim mensal da produção a partir desta segunda-feira (3/9).


As bacias

Na comparação com junho, Santos produziu 2,35% mais petróleo, subindo para 1,289 milhão de barris/dia), enquanto na Bacia de Campos a produção caiu 3,75%, para 1,128 milhão de barris/dia, representando uma perda de 44 mil barris/dia. O somatório das outras bacias caiu 2,42%, para 145 mil barris/dia, com um impacto muito menor no resultado total, de menos 3,6 mil barris/dia.


Por Gustavo Gaudarde