WHAT'S NEW?
Loading...

Empresas desenvolvem navio a GNL

Resultado de imagem para EMBARCAÇÃO A GNL

Wartsila, WinGD e GTT fecharam acordo para desenvolver embarcações possam ser movidas a GNL.
O gas na forma liquefeita produz 80% menos óxido de nitrogênio (NOx) e emite 30% menos gás carbônico (CO2). Tem teor de enxofre baixo e preços competitivos com o aumento da oferta mundial.

Para que o navio seja operado com GNL, os motores, os tanques de carga e o sistema de abastecimento e controle de combustível devem ser áreas integradas.

A colaboração entre as três empresas aconteceu pela primeira vez em 2017, quando a CMA CGM (empresa francesa de transporte e expedição de contêineres) fez um pedido para nove navios de contêineres, cada um com capacidade de 22.000 TEU e motores à gás. As três empresas forneceram os equipamentos dos navios.

No Brasil, a finlandesa é uma das fornecesoras de equipamentos para FPSOs. Entre os projetos com sua participação estão a P-63, FPSO Cidade de Rio das Ostras e Petrojarl I.

Por Ana Luísa Egues