WHAT'S NEW?
Loading...

Brasil será destaque na Noruega durante a ONS 2018

Resultado de imagem para Real Consulado Geral da Noruega

Real Consulado Geral da Noruega no Rio de Janeiro aposta no grande potencial energético brasileiro para fomentar as relações comerciais entre Brasil e Noruega

Transição energética é um dos assuntos de maior importância hoje no cenário global de energia e um dos temas de destaque na segunda maior feira da Europa voltada para este setor: a ONS 2018, que ocorre entre 27 e 30 de agosto, em Stavanger, na Noruega.

Inspirada no tema Innovate, a feira é o próximo hub para o debate sobre as inovações e os desafios tecnológicos da indústria de óleo e gás e para o entendimento e a tomada de decisão sobre o papel da energia renovável nesse novo contexto.

A programação inclui um painel dedicado ao Brasil. O potencial energético – tanto com a exploração de hidrocarbonetos como para a geração de energias renováveis complementares – torna o País atraente ao mercado internacional, mantendo-o em quarto lugar no ranking dos principais destinos de investimento estrangeiro direto (IED) no mundo.

Parceira comercial de longa data, a Noruega é, atualmente, o oitavo maior investidor do Brasil, contribuindo de forma expressiva para o desenvolvimento econômico e a criação de mais de meio milhão de empregos diretos, indiretos e induzidos no País. Até 2016, os investimentos noruegueses no Brasil somaram US$ 21,3 bilhões – um aumento de 27,6% entre 2013 e 2016. A participação da Noruega no índice total de investimento estrangeiro direto no Brasil aumentou em 3,76% entre 2011 e 2016.

Mais de uma centena de empresas norueguesas operam no Brasil. Os setores de petróleo e gás e marítimo são as principais rotas para investimentos – respondendo por 53% dessa fatia de mercado – e motivaram, em 2016, investimentos da ordem de US$ 1,85 bilhão no País. Os investimentos em energia renovável, com participação atual de 13%, registram um aumento notável e tendem a crescer.

O painel brasileiro ficará sob a responsabilidade da Norwegian Energy Partners (Norwep), que levará uma delegação formada por instituições governamentais, como o Ministério de Minas e Energia (MME), a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX), Petrobras, Equinor, entre outras, que irão falar sobre as perspectivas, os projetos e as oportunidades, considerando os avanços obtidos com as recentes mudanças no marco regulatório de exploração de petróleo e gás.

“Estou convencida de que a ONS 2018 contribuirá para solidificar as fortes parcerias que a Noruega e o Brasil já possuem. O Brasil engajou-se na conferência nos últimos anos, e terá uma forte participação este ano. Isto é um reflexo dos sólidos laços que os dois países compartilham no setor de energia, bem como uma maior participação do Brasil na arena internacional”, diz Sissel Hodne Steen, Cônsul Geral da Noruega no Rio de Janeiro.

Após o evento em Stavanger, as conexões continuam em Setembro, no Rio de Janeiro, durante a Rio Oil and Gas 2018, e em Novembro, na Norway Brazil Weeks – seminários que irão abordar questões como sustentabilidade dos oceanos, inovações em subsea, tendências em energias renováveis e pesca sustentável. No último trimestre, haverá uma missão comercial norueguesa ao Brasil, liderada pelo Innovation Norway por meio do Programa Global Growth – de incentivo ao desenvolvimento de empresas norueguesas nos mercados internacionais.