WHAT'S NEW?
Loading...

Petrobras vende refinaria Landulpho Alves na Bahia para empresa estrangeira

Resultado de imagem para rlam noticias trecho

O Sindipetro-Ba (Sindicato dos Petroleiros da Bahia) comunicou ao Notícias do Trecho sobre a venda pela Petrobras de 70% da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) localizada no município de São Francisco do Conde, na Bahia. A compradora foi empresa francesa Total. A empresa está presente em mais de 130 países e empregando 100.000 pessoas.

RLAM

Sendo a segunda refinaria do país no quesito “capacidade de processamento”, a Rlam iniciou suas operações em 1950 e foi a primeira com capacidade de refino no sistema da Petrobras. Acordos e reuniões com a Total, a Petrobras já vinha mantendo um bate papo já mais avançado com a empresa francesa. Vale a pena informar que a empresa também tem participações com usinas térmicas em Salvador e municípios da Região Metropolitana.

Petrobras como acionista minoritário

Em conversas anteriores, representantes do Sindipetro informaram que a estatal brasileira de petróleo mantinha conversas adiantadas com a empresa francesa Total, que inclusive tem participações em usinas térmicas na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Com esta venda de 70% da refinaria a Petrobras ficará como acionista minoritário, permanecendo assim com apenas 30% que restaram. Com esta nova direção a refinaria já deu início ao levantamento de informações como benefícios, dos empregados, perfil, terceirizados, afastamentos, contratos em andamento etc, de acordo com o Sindipetro-BA.

A refinaria empregou em 2014 cerca de 1400 profissionais, de acordo com informação dos petroleiros.

A empresa francesa, como já tem outras parcerias na região Metropolitana de Salvador, vai assumir também o quadro de empregados e o sistema de logística.

A venda foi consumada, mesmo ainda sem uma confirmação oficial, diz Leonardo Urpia, diretor de comunicação do Sindipetro.