WHAT'S NEW?
Loading...

Justiça mantém bloqueio de bens da Mendes Júnior e da UTC

Resultado de imagem para Mendes Júnior e da UTC

O TRF-4 negou provimento a recurso da Mendes Júnior Trading Engenharia e manteve a indisponibilidade dos bens de três empresas e quatro réus da Operação Lava Jato.

O arresto foi decretado por Sergio Moro em montante superior a R$ 393 milhões.

Relatora do pedido, a desembargadora federal Vânia Hack de Almeida disse que há fortes indícios de fraude contra o Poder Público e, por isso, deve ser mantida a indisponibilidade de bens.

Para atingir o montante do acréscimo patrimonial obtido pelos réus, foi decretada a indisponibilidade de bens da Mendes Júnior Participações, da Mendes Júnior Trading e Engenharia, da UTC Engenharia, e ainda de Sérgio Cunha Mendes, Rogério Cunha de Oliveira, Ângelo Alves Mendes e Alberto Vilaça Gomes.