WHAT'S NEW?
Loading...

Indústria naval espera aumentar as obras com novas contratações ainda em 2018

Resultado de imagem para sinaval noticias trecho

A indústria naval brasileira prevê retomar o fôlego a partir da publicação de uma medida provisória pelo governo federal, o que deve acontecer até junho deste ano, que permitirá a destinação de recursos do Fundo da Marinha Mercante (FMM) para que a Marinha do Brasil encomende embarcações a estaleiros do país. De acordo com o Sinaval (Sindicato Nacional da Indústria da Construção e Reparação Naval e Offshore), há uma expectativa para a contratação de quatro corvetas e 20 navios patrulha. O FMM, do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, já financiou R$ 9,39 bilhões, de 2010 até hoje, para a construção de 27 embarcações de cabotagem. Atualmente, tem recursos investidos em seis embarcações dessa modalidade que estão em construção.

A retomada da Indústria naval prevê recuperar o fôlego ainda em 2018. Os preparativos já começaram para o principal evento da América do Sul dedicado aos setores da construção naval, manutenção e operações, a Marintec South America, que chega à sua 15ª edição, em 2018, com o objetivo de propor o debate de soluções e definir diretrizes para reaquecer a atividade da indústria naval e offshore no Brasil e no continente sulamericano. O evento acontece de 14 a 16 de agosto, no Centro de Convenções SulAmérica, Rio de Janeiro (RJ).

Para fomentar a discussão e a interação entre toda a cadeia da indústria naval, a Marintec definiu uma programação para o ciclo de palestras que acontece durante o evento que abrange o cenário atual do setor de Oil & Gas; agronegócios, portos e terminais, políticas públicas, a situação dos estaleiros brasileiros, conteúdo local, gestão ambiental e o Novo Repetro, entre outros. Além de abordar o mercado e a sua dinâmica, a programação também tem uma vertente técnica, com seminários profissionalizantes e treinamentos exclusivos – todos com certificado – para capacitar e atualizar profissionais do setor.