WHAT'S NEW?
Loading...

Recuperação do mercado de petróleo atrai executivos para o Pavilhão Brasil OTC 2018

Resultado de imagem para Pavilhão Brasil OTC 2018

A participação do Pavilhão Brasil na OTC 2018, principal feira de tecnologia offshore dos Estados Unidos, atraíu centenas de executivos em busca de informações sobre a recuperação do mercado de petróleo. Diretora de Exploração e Produção da Petrobras, Solange Guedes destacou o interesse de empresários internacionais, que estão otimistas com a oportunidade de novos negócios no Brasil.

A executiva valorizou a importância da indústria 'made in Brazil' nos próximos 40 anos de oportunidades da Bacia de Campos. "O mais importante é a forma como o Brasil volta ao mercado mundial de petróleo. Precisamos aprender com os nossos erros para que possamos construir uma indústria offshore no país em bases extremamente competitivas" enfatizou, destacando a necessidade de estímulo a maior colaboração entre os agentes.

O segundo dia de palestras no Pavilhão Brasil, cuja curadoria é do Sistema FIRJAN, teve apresentação de Cláudio Mackarovsky, presidente da ABESPetro (Associação Brasileira das Empresas de Serviços de Petróleo) e diretor de Óleo e Gás da Siemens. Ele falou sobre a Indústria 4.0 e ressaltou a necessidade de preparo de um novo perfil de profissionais, destacando o trabalho desenvolvido no Instituto de Automação e Simulação do SENAI Rio, com simuladores de treinamento de operadores de plataforma. Já a empresa IHC EngeMOVI apresentou em seu estande outra tecnologia desenvolvida pelo Instituto SENAI Tecnologia Solda, um protótipo funcional de um robô de soldagem.

O Pavilhão Brasil recebeu ainda palestras de representantes da ANP, BP, Petrobras, Sotreq, além do lançamento da feira Brasil Offshore 2019, feito pela Reed Alcantara Machado Exhibitions, em Macaé.

Secretário executivo do Ministério de Minas e Energia, Marcio Felix anunciou a 5ª Rodada de Partilha para dia 28 de setembro deste ano, que ainda deve ser aprovada na reunião do Conselho Nacional de Política Energética (CNPE), programada para esta sexta-feira.

Calgary: Global Petroleum 

Ao lado de José Firmo, presidente do Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP), e de Verônica Coelho, vice-presidente da Statoil, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, presidente da FIRJAN e do Conselho Deliberativo da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP) abordou a importância da continuidade das ações no Brasil pró-mercado, principalmente, no segmento de petróleo.

"Falar sobre o potencial de reservas do Brasil já é lugar comum. Precisamos, cada vez mais, discutir qual significado queremos dar para estas riquezas em nossa sociedade é em que posição queremos ver nosso país na economia global daqui a 30 anos" enfatizou Eduardo Eugenio.

Nesses três dias de participação na OTC 2018, em Houston, a FIRJAN acompanhou as palestras 'Deepwater Investment in Brazil: An IOC Perspective' e 'E&P Strategy to Succeed at Low Oil Price', que destacaram o cenário positivo do Brasil. A Federação também participou do tradicional encontro promovido pela BRATECC - Câmara de Comércio Brasil Texas, cujo tema foi 'Brazil Oil & Gas: Challenges and The Way Forward'.

Neste evento, o diretor-geral da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, ressaltou que os custos do pré-sal devem continuar caindo, se referindo à informação da Petrobras que o break-even já havia atingido US$ 29 dólares/barril, com potencial de ser inferior a US$ 20 dólares/barril. A ANP também iniciou a divulgação do calendário de oferta permanente das áreas, e confirmou que estará ao lado da FIRJAN e da ONIP como expositores na nova área Brasil da feira Global Petroleum Show, em Calgary, Canadá, entre 12 e 14 de junho de 2018.