WHAT'S NEW?
Loading...

Conversão do motor para o GNV ainda é cercada de mitos

Resultado de imagem para motor para o GNV

A jornalista Fátima Almeida teve, por mais de 10 anos, seu carro movido a GNV. “Mudei por ter adquirido um veículo zero quilômetro, considerando os termos da garantia. Mas sempre gostei do carro a gás. É muito mais econômico, acho que chega a 50% a menos os custos com o GNV, comparado à gasolina e ao álcool”, afirma.

Para ela, algumas crenças prejudicam a imagem do carro movido a gás, mas, pessoalmente, garante que nunca enfrentou dificuldades. Como, na época, morava em Marechal Deodoro, município da Região Metropolitana da capital, a economia era ainda mais expressiva. “Como trabalhava em Maceió, a dinâmica na capital e as viagens de ida e volta para Marechal me faziam rodar cerca de 80km por dia. Então, o gás era a melhor alternativa”, relata a jornalista, revelando que já cogita fazer a conversão no carro seminovo do filho.

 “É fato que o GNV proporciona um rendimento muito maior por quilômetro rodado. Ele sempre teve uma taxa de competitividade bastante interessante, principalmente para quem roda muito. Seja o usuário taxista ou até mesmo carro particular, em ambos os casos é possível se beneficiar com sua economia, desempenho e segurança”, afirmou Fábio Souza, gerente comercial da Algás, em nota distribuída pela empresa.