WHAT'S NEW?
Loading...

Statoil adquire 4 blocos marítimos no Brasil

Resultado de imagem para Statoil noticias trecho

Junto com parceiros, a Statoil apresentou as ofertas vencedoras para 4 blocos na Bacia de Campos na 15ª Rodada de Licitação de Blocos da ANP, realizada em 29 de março. Com as novas licenças, a Statoil fortalece sua posição no Brasil e aumenta a sinergia com os projetos existentes.

Um consórcio formado pela Petrobras (30%), ExxonMobil (40%) e Statoil (30%) apresentou a oferta vencedora para o bloco C-M-657. O bônus de assinatura oferecido para o bloco C-M-657 é de R$ 2.128.500.000,00. As empresas Petrobras (40%), ExxonMobil (40%) e Statoil (20%) também apresentaram a oferta vencedora para o bloco C-M-709 no valor de R$ 1.500.000.000,00. Ambos os blocos serão operados pela Petrobras.

A Statoil (40%), juntamente com a BP (60%), apresentou a proposta vencedora para os blocos C-M-755 e C-M-793. O bônus de assinatura total para os blocos é de R$ 86.722.000,00. Os blocos serão operados pela BP.

O resultado obtido na 15ª rodada de Licitação de Blocos da ANP reforça a ambição da Statoil de continuar crescendo no longo prazo no Brasil e fortalece a posição da empresa na prolífera Bacia de Campos, onde já opera o Campo de Peregrino. Outros importantes projetos localizados na Bacia de Campos são o Campo de Roncador (operado pela Petrobras), onde a Statoil tem uma participação de 25%*, e o BM-C-33, operado pela Statoil e atualmente em fase de desenvolvimento.

“Estamos muito contentes com o resultado desta rodada. Temos grandes expectativas em trabalhar com nossos parceiros buscando excelentes oportunidades de exploração” afirma Tim Dodson, Vice-Presidente executivo de exploração da Statoil.

“Essa aquisição está em linha com a estratégia de exploração da Statoil de estar bem posicionada em bacias prolíferas e com descobertas comprovadas. O acesso a novas áreas de qualidade é um pré-requisito essencial para a criação de valor adicional através de atividades de exploração, e também para aumentar o nível de produção internacional da Statoil em áreas chaves como o Brasil”, garante Dodson.

“Esses são ativos de alto nível em um país onde a Statoil está presente desde 2001, com uma organização local experiente e profundo conhecimento da regulamentação do país”, afirma Anders Opedal, presidente da Statoil Brasil.

“Estou feliz em fortalecer nossa parceria com empresas sólidas e experientes como a Petrobras e a Exxon, que já são nossas parceiras em outras concessões no Brasil. E também por formar uma nova parceria com a BP”, acrescenta Opedal.

Os blocos estão localizados na parte sul da Bacia de Campos, próximo à licença do BM-C-33 (Pão de Açúcar e Gávea), e tem o potencial de capturar sinergias de escala a partir de descobertas e operações já existentes no Brasil.

A 15ª rodada de Licitações foi conduzida pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

*Pendente de aprovação da ANP.