WHAT'S NEW?
Loading...

Empresa chinesa ganha no Comperj o maior projeto de UPGN do Brasil

Resultado de imagem para KERUI Petroleum comperj

KERUI Petroleum, da Província de Shandong, na China, assinou no último dia 28 de março de 2018, com a Petrobras um contrato EPC para construção da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) ROTA-3 do Pré-Sal, localizada no Comperj na cidade de Itaboraí, no Estado do Rio de Janeiro, no valor de aproximadamente US$ 600 milhões.

Esta é a primeira licitação pública da Petrobras para instalações industriais de petróleo desde 2014, e também o maior projeto de tratamento de gás natural do Brasil . Trata-se de uma iniciativa  de fundamental importância para o desenvolvimento da produção de petróleo e gás do pré-sal.

A KERUI Petroleum é a primeira empresa privada chinesa a obter um contrato com a Petrobras na área da engenharia. Li Jinzhang, embaixador da China no Brasil, disse: “Nós calorosamente parabenizamos a KERUI Petroleum nesta bem-sucedida proposta para o projeto da Planta de Tratamento de Gás Natural (UPGN) de Itaboraí, Brasil. O que demonstra o espírito empreendedor da KERUI e os incansáveis esforços do Brasil, e representa importantes conquistas do know-how chinês entrando no Brasil. Nós esperamos que a KERUI Petroleum crie uma referência para os projetos da cooperação sino-brasileira de gás e petróleo, com engenharia e construção de primeira classe para facilitar o desenvolvimento local social e econômico “.

Para a execução desse projeto a Kerui Petroleum contará com a parceria da Método Potencial, uma empresa brasileira de engenharia, que nas últimas quatro décadas entregou  uma centena de projetos para  a Petrobras. Desde janeiro de 2017, após oficialmente receber da Petrobras os documentos da licitação do projeto, a KERUI Petroleum e a Método Potencial trabalharam juntas para oferecer a melhor proposta, , destacando-se dentre as mais famosas empresas de engenharia de todo o mundo, com suas múltiplas vantagens de design modular e padronizado, custos operacionais reduzidos e ganhos de projeto melhorado.

O projeto da planta de tratamento de gás natural, conquistado pela KERUI Petroleum, será a maior planta de tratamento de gás natural do Brasil. Um projeto que vai colaborar com a retomada da economia  do Estado do Rio de Janeiro, gerando até 2.000 empregos locais diretos, minimizando os graves problemas de desemprego na região.

A planta será predominantemente usada para processar o gás natural produzido, associado ao processo de extração do petróleo do pré-sal na Bacia de Santos, garantindo a produção normal do petróleo do pré-sal no Brasil. A conclusão da planta dobrará a capacidade de processamento do gás natural, passando de 23 milhões para 44 milhões de metros cúbicos por dia. O gás natural processado será usado para veículos e no setor industrial,  o que irá aliviar a necessidade do governo brasileiro de importação de gás natural.

A KERUI Petroleum promoveu a amizade entre a China e o Brasil por seus próprios esforços, e estendeu a cadeia de valor de uma sólida empresa chinesa para o mundo. Ela é a representante de empresas privadas no setor de petróleo e gás partindo para o exterior, tomando riscos, agindo justamente e criando para a China uma reputação positiva no continente americano.