WHAT'S NEW?
Loading...

EMPREGOS: Gigante chinesa pode comprar refinarias RLAM e RNEST

Resultado de imagem para RLAM e RNEST

Quatro dias após a Petrobras divulgar o modelo que pretende utilizar para vender 60% da Refinaria Landulpho Alves (RLAM), em São Francisco do Conde, a empresa chinesa Qingdao Xinyutian Chemical já conversa com a estatal para a compra.

De acordo com fontes do Notícias do Trecho, a empresa também teria interesse na refinaria Abreu Lima (RNEST), de Pernambuco, além de estar negociando a entrada da China National Petroleum Corporation no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

De acordo com informações recebidas pela redação, a refinaria baiana teve uma redução de 30% em sua produção nos últimos cinco anos. A RLAM, sozinha, é responsável por 99,32% do refino de petróleo na Bahia.

Em 2013, aproximadamente 109 milhões de barris de derivados eram processados na Rlam, de acordo a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

No ano passado, foram pouco mais de 76 milhões. A Rlam é responsável por 20% da arrecadação de Imposto Sobre Circulação  de Mercadorias e Serviços (ICMS) do estado.