WHAT'S NEW?
Loading...

Recordes mantêm Suape entre os cinco maiores portos públicos do país

Resultado de imagem para porto suape noticias trecho

O Porto de Suape tem demonstrado em números sua força no cenário nacional. De acordo com dados divulgados nesta semana pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), o atracadouro pernambucano é líder na movimentação entre os portos públicos do Nordeste, com um total de 23,6 milhões de toneladas* movimentadas, e quinto no ranking nacional (+3,9% em relação a 2016). Com o resultado, permanece à frente de atracadouros como o de Itaqui (19,1 milhões de toneladas), Aratu (6,9 milhões de toneladas) e Salvador (5,1 milhões de toneladas) no Nordeste.

A liderança do porto pernambucano está diretamente atrelada à boa infraestrutura portuária, à localização privilegiada e à implantação de empreendimentos que impulsionam as operações, principalmente, as de granéis líquidos. As operações de cabotagem e contêineres também cresceram e firmaram a posição de Suape. “Desde 2014, Suape vem crescendo de forma expressiva. Desde aquele ano, o aumento na movimentação foi de 54%, o que demonstra o potencial do porto no cenário nacional”, pontuou o vice-presidente do Complexo Industrial Portuário de Suape, Marcelo Bruto.

Entre os portos públicos do país, o atracadouro se manteve na liderança nacional da movimentação de granéis líquidos (17,5 milhões de toneladas) e na navegação por cabotagem (15,3 milhões de toneladas). O bom resultado levou o atracadouro pernambucano a ultrapassar, mais uma vez, o Porto de Santos – o maior do país -, que somou 13,4 milhões de toneladas na movimentação de granéis líquidos e 13 milhões na navegação por cabotagem.

No campo das importações, o porto pernambucano alcançou o 4º lugar no ranking nacional. Foram 6,4 milhões de toneladas de produtos que chegaram de outros países pelo porto pernambucano. Em primeiro lugar nas importações nacionais aparece o Porto de Santos (23,4 milhões de toneladas). Em seguida, o Porto de Paranaguá (13,4 milhões de toneladas movimentadas) e o Porto de Rio Grande (6,4 milhões de toneladas).

O crescimento na movimentação de contêineres, que alcançou a maior marca já registrada por Suape, também colaborou para a performance geral. Em 2017, foram 461 mil TEUs mantendo o Porto em 4º lugar no ranking nacional. Novamente, a liderança é do Porto de Santos, com 2,9 milhões TEUs, seguido pelo Porto de Paranaguá (752 mil TEUs) e Rio Grande (744 mil TEUs).

Em 2017, o Complexo Industrial Portuário se destacou também por destravar projetos e conseguir investimentos extremamente importantes, que em curto prazo elevarão ainda mais os números da movimentação portuária. Com a ampliação de seu parque de tancagem, com investimentos privados de R$ 540 milhões, a capacidade estática de armazenagem de granéis líquidos passará de 700 mil m³ para mais de 1 milhão de m³ nos próximos anos. A expansão abrange as empresas Decal, Pandenor, Tequimar e Temape, instaladas no Porto Organizado de Suape.

Números

De acordo com a Antaq, o Porto de Suape registrou a movimentação total de 23.631.472 milhões de toneladas. O número está um pouco abaixo do divulgado pela equipe de estatística da Diretoria de Gestão Portuária de Suape que contabilizou a movimentação total de 23.808.042, considerando as operações de remoções, safamento e transferências internas que estão incluídos no faturamento do atracadouro.