WHAT'S NEW?
Loading...

Por arrecadação, Rio prepara briga com a Petrobras

Resultado de imagem para Repetro no Rio

O deputado estadual fluminense André Ceciliano (PT) deve levar à votação ainda em fevereiro um projeto que limita o novo Repetro no Rio.

Com isso, o benefício fiscal ficaria restrito apenas à fase exploratória, considerada de maior risco, da produção de petróleo e derivados.

Ficariam de fora, por exemplo, a importação e a exportação de equipamentos.

Ceciliano garante que o Repetro anterior, encerrado em 2016, foi responsável pela perda de R$ 4 bilhões anuais em arrecadação de impostos.

“Já estamos articulando com deputados do Espírito Santo e de São Paulo para que o benefício fiscal também seja restrito por lá”, diz.