WHAT'S NEW?
Loading...

Unidade de Operações da Bacia de Santos completa 12 anos

Resultado de imagem para Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS

A Unidade de Operações de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UO-BS) completou 12 anos em 5 de janeiro. Criada para atender o aumento das atividades na região e com papel de destaque no crescimento da oferta de petróleo e gás natural para o mercado brasileiro, a UO-BS alcançou, em dezembro de 2017, o recorde com 1,335 milhão de barris de óleo produzidos em um único dia.

"A Bacia de Santos tem hoje um papel relevante no setor de óleo e gás. Somos responsáveis por 40% de toda a produção brasileira de petróleo e estamos entregando ao mercado 30 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, volume equivalente à capacidade do gasoduto Brasil-Bolívia”, afirma o gerente geral da UO-BS, Osvaldo Kawakami.

Dezesseis plataformas estão hoje em operação na Bacia de Santos e a unidade se prepara para a chegada de três novas plataformas para o pré-sal, de acordo com o Plano de Negócios e Gestão 2018-2022 da Petrobras.

“O ano de 2017 foi muito bom para a Bacia de Santos: duas novas plataformas (P-66 e FPSO Pioneiro de Libra) e mais de 20 poços produtores entraram em operação no ano passado. Esses fatos, somados à capacidade técnica das nossas equipes e à alta eficiência operacional dos nossos FPSOs, possibilitaram o crescimento de 10% na nossa produção nos últimos 12 meses”, completa Kawakami.

Perspectivas 

De acordo com o Plano de Negócios e Gestão 2018-2022, o campo de Lula localizado na Bacia de Santos irá receber investimentos de aproximadamente US$ 4,5 bilhões nos próximos anos. Como parte de desdobramento do projeto em Lula, dois novos sistemas de produção entrarão em produção, totalizando nove sistemas.

Histórico 

Criada em janeiro de 2006 como Unidade de Negócios de Exploração e Produção da Bacia de Santos (UN-BS), a UO-BS chegou à marca dos 100 mil barris por dia (bpd) produzidos em maio de 2011. Mais tarde, em 2014, a unidade já operava 500 mil bpd. O volume de 1 milhão de barris de óleo operados pela Petrobras na Bacia de Santos foi alcançado no segundo semestre de 2016.