WHAT'S NEW?
Loading...

Três ex-funcionários da Petrobras são condenados por contratos de navios-plataforma

Resultado de imagem para contratos de navios-plataforma

A 3ª Vara da Justiça Federal no Rio de Janeiro condenou Pedro Barusco, Jorge Zelada e Paulo Carneiro por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O caso envolve contratos de navios-plataforma entre a Petrobras e a SBM Offshore. Segundo MPF (Ministério Público Federal), o esquema envolvia contratos que somavam quase US$ 29 bilhões. De 1998 a 2012, eles resultaram em pagamentos indevidos de US$ 46 milhões, feitos na Suíça por meio de empresas de fachada.

Ainda de acordo com a publicação, Carneiro, ex-integrante da comissão de licitação da Petrobras, pegou 24 anos, dez meses e 20 dias de prisão. Zelada, ex-diretor internacional da estatal, recebeu pena de 13 anos, cinco meses e dez dias. Já o ex-gerente do setor de Engenharia, Barusco irá cumprir dois anos de prisão em regime aberto por ter feito acordo de colaboração e também deverá prestar serviços à comunidade por dois anos e seis meses.