WHAT'S NEW?
Loading...

Statoil e Exxon fazem transação bilionária em Carcará após leilão

Resultado de imagem para Carcará petrobras

Vencedoras do leilão de Norte de Carcará no pré-sal da Bacia de Santos, as gigantes Statoil, ExxonMobil e Galp concordaram com uma série de transações subsequentes na região adjacente de Carcará (BM-S-8), de modo a alinhar fatias acionárias na região, em um negócio que pode render 1,55 bilhão de dólares à norueguesa.

O consórcio entre as empresas arrematou a área de Norte de Carcará com um lance de 67,12 por cento de óleo à União, versus percentual mínimo de 22,08 por cento, de acordo com resultado do leilão realizado pela reguladora ANP. Além disso, pagaram 3 bilhões de reais em bônus de assinatura, o maior do certame.

No consórcio de Norte de Carcará, a Statoil ficou com 40 por cento de participação, a Exxon com outros 40 por cento, e a Petrogal, subsidiária da Galp, com 20 por cento.

Em comunicado, a Statoil disse que, agora, irá alienar fatia 33 por cento de sua participação de 66 por cento no BM-S-8 para a ExxonMobil, algo avaliado em 1,3 bilhão de dólares.

Além disso, com a conclusão da aquisição da participação de 10 por cento da Queiroz Galvão Exploração e Produção (QGEP) no BM-S-8, a Statoil concordou em alienar mais 3,5 por cento para a ExxonMobil e outros 3 por cento para a Galp por um valor potencial de 250 milhões de dólares.

Como resultado, tanto a Statoil quanto a ExxonMobil terão participação de 36,5 por cento no BM-S-8 e participação de 40 por cento no Norte de Carcará. A Galp terá 17 e 20 por cento, respectivamente.

A Barra Energia seguirá com os 10 por cento no BM-S-8.

Os parceiros em Norte de Carcará também concordaram que a Statoil será a operadora de desenvolvimento do campo unitizado, sujeito à aprovação do governo.

Veja tabela abaixo sobre as transações previstas:

BM-S-8 (antes BM-S-8 (após BM-S-8 (após BM-S-8 (após Norte de

de transação conclusão com conclusão de futura Carcará

com ExxonMobil) transação com transação com

ExxonMobil) QGEP) ExxonMobil e

Galp)

Statoil 66% (operadora) 33% (operadora) 43% 36.5% 40%

(operadora) (operadora) (operadora)

ExxonMobil - 33% 33% 36.5% 40%

Galp 14% 14% 14% 17% 20%

QGEP 10% 10%

Barra Energia 10% 10% 10% 10%