WHAT'S NEW?
Loading...

Obras da Fiol não chegam a 30% e empresa alega falta de recursos

Resultado de imagem para Valec Engenharia, Construções e Ferrovias

Iniciadas em 2011, as obras da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) ainda não chegaram a 30% do previsto para os lotes do oeste da Bahia.

A empresa responsável pelas obras [Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, vinculada ao Ministério dos Transportes] a construção não foi concluída por falta de verbas.

Dos 12 lotes da obra, oito passam pela Bahia, sendo três na região oeste do estado. Ainda segundo a Valec, a previsão do custo total da ferrovia na Bahia é de R$ 6,4 bilhões. Dos trechos mais adiantados, está o que fica entre Caetité, no sudoeste, e Ilhéus, no litoral sul.

Neste espaço, os trabalhos já atingiram 71,8% do total. Ainda segundo a reportagem, no canteiro de obras no oeste da Bahia, muitas máquinas e tratores estão parados. Dos 500 funcionários que iniciaram a obra em 2011, só restam agora cerca de 100. Na região, o trabalho tem se restringido a ações de terraplanagem e compactação do solo.

O projeto da Fiol prevê a ligação entre Figueirópolis, no Tocantins, ao futuro porto de Ilhéus, na Bahia. Serão 1.526 km de extensão. Na Bahia, as obras da Fiol são divididas em FIOL 1 (Ilhéus/ Caetité) e FIOL 2 (Caetité/ Barreiras).