WHAT'S NEW?
Loading...

Equipe retira 1º contêiner caído do Log-In Pantanal

Resultado de imagem para contêiner caído do Log-In Pantanal

Foi concluída a retirada do primeiro contêiner submerso do navio Log-In Pantanal, na Barra de Santos. Mergulhadores e técnicos contratados pela armadora Log-In vão continuar os trabalhos  para a remoção de uma segunda caixa metálica. Ambas estão no fundo do mar desde o dia 11 de agosto, quando houve o acidente no complexo marítimo.

Dos 46 contêineres que caíram no mar, oito acabaram boiando – e desses, quatro foram removidos pela empresa. As outras quatro caixas metálicas foram saqueadas. Em seguida, a Log-In iniciou o rastreamento do leito marítimo da região, com o objetivo de identificar onde os demais contentores caíram no mar.

Segundo a agente federal do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) Ana Angélica Alabarce, que acompanha a operação de retirada, o contêiner removido estava carregado com mochilas. Ela acompanhou os trabalhos em alto-mar, a bordo de uma lancha.

“São as mesmas mochilas que boiaram nas praias. Elas foram rapidamente recolhidas pela equipe. Também saiu uma parte do segundo contêiner, que está vazio, e deve ser recolhido esta quinta-feira”.

Inicialmente, uma equipe com cerca de 40 pessoas estava envolvida na remoção das caixas, mas o número cresceu nos últimos dias. No grupo, há técnicos vindos dos Estados Unidos e especialistas na retirada de produtos submersos.

Os profissionais atuam em duplas, se revezando a cada 45 minutos, sempre durante o dia, por conta da baixa visibilidade do local. Após este período, eles são encaminhados a uma câmara hiperbárica para a estabilização da pressão.

“A natureza é muito rápida. Já existia vida se apropriando dos contêineres. Vamos continuar acompanhando todos os passos da operação. A fiscalização está em cima”, destacou Ana Angélica.

Os contêineres caíram do navio na Barra de Santos durante uma ressaca.