WHAT'S NEW?
Loading...

CONTRATO ASSINADO: Em até 30 dias inicia-se as obras nas rodovias de São Paulo

Imagem relacionada


Após a assinatura e transferência de controle de parte do lote, hoje sob responsabilidade do DER-SP/Departamento de Estradas de Rodagem, em até 30 dias, a empresa ViaPaulista deve iniciar o programa de recuperação das rodovias previsto no programa de concessão. No primeiro ano de contrato, estão previstos investimentos de mais de R$ 443 milhões no trecho.

O Notícias do Trecho foi informado que desses R$ 147 milhões integram o Programa Intensivo Inicial (PII), que são obras emergenciais no pavimento, sinalização e área de domínio da rodovia para que o trecho seja adequado aos parâmetros do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo. A segunda parte da malha a que se refere o contrato, hoje sob concessão da Autovias (concessionária do grupo Arteris), será transferida ao controle da ViaPaulista assim que terminar o atual contrato, em setembro de 2018.

A Arteris S.A. foi o grupo que apresentou ganhou a concessão da rodovia, em 25/4, ao oferecer o maior ágio já ofertado para concessão de rodovias no país: 438,17%. "Aqui estamos resolvendo, de uma vez só, quatro problemas, por meio de uma importante reforma de Estado. Estamos trazendo investimento privado, que estimula o crescimento; na infraestrutura, teremos 275 quilômetros de duplicações; 2.800 empregos serão gerados; e reduzimos o risco de acidentes rodoviários, que hoje são a maior causa externa de mortes no Brasil", disse Alckmin.

Investimentos

Ainda dentro do PII, nos dois primeiros meses, será realizado o serviço de tapa buracos em todo o lote e de remoção de arbustos e árvores da área de domínio que comprometam a segurança viária ou o sistema de drenagem. Só em obras no pavimento serão investidos R$ 130 milhões no PII.

A ViaPaulista irá operar 720 quilômetros em 35 municípios das regiões de Bauru, Franca, Itapeva, Ribeirão Preto, Sorocaba e Central. O projeto viabiliza R$ 5 bilhões em investimentos ao longo da concessão, sendo R$ 3,25 bilhões já nos primeiros dez anos.

Primeira parcela

No dia 10 de outubro, o Grupo Arteris S.A. depositou pouco mais de R$ 1,2 bilhão (R$ 1.277.228.935,87) para o governo paulista, valor relativo à primeira parcela da outorga da concessão do Lote Rodovias dos Calçados. Artesp também recebeu do grupo os documentos necessários à assinatura do contrato de concessão exigidos pela Agência.