WHAT'S NEW?
Loading...

Navio FPSO da Petrobras sofre danos e produção é interrompida

Problemas para a Petrobras na produção do campo de Lapa, no pré-sal da Bacia de Santos. A estatal identificou uma trinca na estrutura da torre do flare (tocha) do FPSO Cidade de Caraguatatuba, que queima sem parar os gases e serve como uma válvula de segurança. Por ser um procedimento tão importante na segurança, a produção da embarcação no campo foi interrompida.

A petroleira acrescentou que a unidade foi despressurizada para possibilitar atividades de reparo de forma segura. ” Equipes de contingência foram mobilizadas e as ações de reparo estão sendo executadas a bordo da plataforma. As autoridades competentes foram comunicadas da ocorrência e das providências tomadas”, explicou a companhia em e-mail enviado para redação do Notícias do Trecho.

O FPSO Cidade de Caraguatatuba é operado pela MODEC. O campo de Lapa está localizado na concessão BM-S9 operada pela Petrobras (45%), em parceria com a BG E&P Brasil/Shell (30%) e a RepsolSinopec Brasil (25%).