WHAT'S NEW?
Loading...

EMPREGOS: Brasil poderá ter R$ 30 bilhões investimentos em novos projetos de transmissão

O relatório semestral do Programa de Expansão da Transmissão (PET) e do Plano de Expansão de Longo Prazo (Pelp), ambos elaborados pela Empresa de Pesquisa Energética, prevê um total de investimentos da ordem de R$ 30 bilhões na implantação de novas instalações até o ano de 2022. Os projetos previstos no documento da estatal para os próximos seis anos somam R$ 19,2 bilhões na implantação de 15.587 km de linhas de transmissão, e outros R$ 11,8 bilhões para 46 novas subestações.

A região Norte vai receber o maior volume de investimentos, com R$ 10,9 bilhões previstos na instalação de 8.668 km de linhas e R$ 4,1 bilhões em nove subestações. Para a região Sul, o PET prevê R$ 3,9 bilhões na construção de 3.167 km de LTs e R$ 1,8 bilhão em 13 SEs; para o Nordeste, R$ 2,9 bilhões na instalação de 2.367 km de LTs e R$ 1,2 bilhão em dez SEs; e, para o subsistema Sudeste/Centro-Oeste, R$ 1,6 bilhão em 1.386 km de linhas e R$ 4,8 bilhões em 11 subestações.

O PET e o Pelp 2017 incluem apenas obras de rede básica, rede básica de fronteira e demais instalações de transmissão do Sistema Interligado Nacional que ainda não foram licitadas ou autorizadas. Na primeira parte estão incluídas as obras do PET, que vai até 2022, e na segunda a do Pelp, que contempla obras a partir do ano 2023. O documento inclui projetos com estudos concluídos até agosto desse ano.