WHAT'S NEW?
Loading...

Cade aprova fim de parceria comercial entre Rossi e Construtora Capital

Imagem relacionada

O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou sem restrições a dissolução da parceria comercial entre Rossi Residencial e Construtora Capital, que era formalizada por meio da joint venture Capital Rossi. A decisão do Cade está publicada no Diário Oficial da União (DOU) da última terça-feira (26).

A Capital Rossi foi criada para o desenvolvimento de negócios imobiliários nos Estados do Amazonas e do Pará. Segundo as empresas disseram ao Cade, “a parceria comercial não se mostra mais economicamente viável”, em razão de motivos não divulgados, “de forma que optaram pela sua dissolução”.

Por meio da joint venture, foram lançadas 8.490 unidades nos Estados do Amazonas e do Pará, com um potencial de venda (VGV) total de R$ 2,1 bilhões. No entanto, a Rossi informou no fim do mês passado que decidiu interromper as operações na região por causa de sua reestruturação operacional e estratégica.

“Todos os passos dessa operação estão sendo cuidadosamente planejados no intuito de não haver nenhum tipo de ruptura operacional, garantindo assim o curso normal dos empreendimentos já entregues e ainda a entregar”, disse a Rossi em fato relevante.

Na ocasião, a construtora ressaltou que não haverá necessidade de desembolso de caixa de qualquer uma das partes nesta operação, e os ativos serão divididos entre a Rossi e a Capital.