WHAT'S NEW?
Loading...

Térmicas lideram crescimento da demanda de gás natural

Resultado de imagem para usina termica petrobras

A demanda nacional de gás natural no segundo trimestre cresceu aproximadamente 10% em comparação com igual período de 2016, passando de 72 milhões de m³/dia para 81 milhões de m³/dia.

A demanda termelétrica cresceu mais do que a demanda não térmica, saindo de 20 milhões de m³/dia para 28 milhões de m³/dia, segundo divulgou a Petrobras na apresentação dos resultados trimestrais. Já a demanda não térmica cresceu apenas 2 milhões de m³/dia.

No primeiro trimestre deste ano, a demanda total de gás foi de 73 milhões de m³/dia. No semestre, a variação foi de apenas 1% em comparação com igual período de 2016, com a demanda mantendo-se em 77 milhões de m³/dia.

No caso da demanda termelétrica, o aumento, do primeiro trimestre para o segundo, foi de 6 milhões de m³/dia, passando de 22 milhões de m³/dia para 28 milhões de m³/dia.

Oferta

A oferta do combustível no trimestre cresceu no mesmo patamar que a demanda, mas na comparação semestral, a oferta de gás proveniente da Bolívia caiu 8 milhões de m³/dia, passando de 30 milhões de m³/dia para 22 milhões de m³/dia. Isso é reflexo do aumenta da oferta do gás nacional, que responde pela maior fatia, passando de 41 milhões de m³/dia para 53 milhões de m³/dia.

No resultado apurado no primeiro trimestre de 2017, a Petrobras havia divulgado uma redução de 9% na oferta em comparação o primeiro trimestre de 2016 e uma retração de 5% com relação ao último trimestre do ano passado.