WHAT'S NEW?
Loading...

Harvey leva Saudi Aramco a fechar a maior refinaria dos EUA

A maior refinaria dos EUA, que fica em Port Arthur, no Texas, iniciou nesta última quarta-feira (30) fechamento total de suas operações devido à inundação causada pela passagem da tempestade tropical Harvey, que chegou à região na forma de furacão no fim de semana.

Em comunicado divulgado por e-mail, a Motiva, controlada pela petrolífera estatal saudita Saudi Aramco, informou que o fechamento controlado de sua refinaria de Port Arthur, com capacidade de processamento de 603 mil barris por dia, começou às 3h (do horário de Brasília) desta última quarta-feira, 30 de agosto, “em resposta às crescentes condições de alagamento”.

Segundo a Motiva, a refinaria permanecerá inativa até que as águas recuem. “Nossa prioridade continua sendo a segurança de nossos funcionários e comunidade”, afirmou a empresa.

A refinaria, que fica a cerca de 145 quilômetros de Houston, já havia começado a reduzir a produção à medida que chuvas alagaram a região.

A segunda maior refinaria do país, uma unidade em Baytown pertencente à ExxonMobil e com capacidade de 560 mil barris por dia, está fechada desde domingo. Outras refinarias pequenas que ficam ao longo da costa do Texas também interromperam as operações. Com isso, a capacidade total de refino dos EUA foi reduzida em cerca de 3 milhões de barris por dia, o equivalente a cerca de 20% do total.