WHAT'S NEW?
Loading...

Itaipu Binacional é o novo player da indústria automotiva

Resultado de imagem para Itaipu Binacional  indústria automotiva

Líder mundial na geração de energia limpa e renovável, Itaipu Binacional evidentemente não faz parte da cadeia automobilística brasileira. A empresa, no entanto, pesquisa a adoção desse tipo de carro há mais de dez anos, estudando, inclusive um dos corações do processo, que é a tecnologia de baterias.

Em função desse DNA, Itaipu acaba se ser integrada à Rota 2030, a nova política industrial que vai entrar em vigor em janeiro de 2018 e terá capítulo dedicado à mobilidade elétrica. A companhia tem, inclusive, um Centro de Pesquisa, Desenvolvimento e Montagem de Veículos Elétricos (CPDM-VE).

Na terça-feira (11), uma comitiva integrada por representantes dos Ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC) e de Minas e Energia (MME), além da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e da agência de cooperação Brasil-Alemanha (GIZ), participou de uma visita técnica à usina paranaense.

Coordenada pelo MDIC, a Rota 2030 substitui a atual política, denominada Inovar-Auto, e será de longo prazo, com três ciclos de cinco anos cada um. Entre os temas da nova filosofia para o setor estão segurança veicular, investimentos em P&D e engenharia, conectividade e eficiência energética.

De acordo com o diretor de desenvolvimento produtivo da ABDI, Miguel Nery, há uma forte tendência de aumento na participação dos veículos elétricos na frota dos países e, por isso, um capítulo dedicado a essa tecnologia na nova política industrial brasileira é fundamental.