WHAT'S NEW?
Loading...

Empresa de petróleo e gás natural planeja contratar sonda em 2018

A Karoon planeja licitar em 2018 a contratação da sonda que fará a campanha de desenvolvimento da descoberta de Echidna, na Bacia de Santos.  Os trabalhos preveem a perfuração de três a quatro poços no ano que vem.

Fontes ouvidas pela Brasil Energia Petróleo adiantam, porém, que a petroleira australiana mantém conversas informais com a Queiroz Galvão Óleo e Gás (QGOG) para o afretamento da sonda Atlantic Star, que está operando para a Petrobras e deve ter seu contrato encerrado em março de 2018.

Apesar das conversas serem informais, a QGOG é vista pela petroleira como um parceiro preferencial, sobretudo pelo fato de a unidade já estar no Brasil.

A prestadora de serviços realizou uma campanha em Echidna para a Karoon com a sonda Olinda Star, que foi liberada este ano e contratada recentemente pela indiana ONGC.

Ainda neste semestre, a Karoon deve lançar uma licitação para o afretamento do FPSO que será instalado em Echidna e entrará em operação em 2020. A unidade terá capacidade para produzir 40 mil b/d de óleo. A companhia ainda não bateu o martelo sobre a capacidade da planta de processamento de gás natural.

Com ou sem sócio

Localizado em lâmina d´água rasa de cerca de 350 m, na parte Sul da Bacia de Santos, o prospecto de Echidna foi descoberto em 2015, junto com a área de Kangaroo, a partir dos trabalhos exploratórios realizados nos blocos S-M-1037, S-M-1101, S-M-1102, S-M-1165 e S-M-1166, arrematados na 9ª rodada da ANP.

Em setembro do ano passado, a Karoon comprou por US$ 20,5 milhões a participação de 35% da Pacific Rubiales nos cinco ativos, depois de a parceira canadense anunciar um plano de reestruturação financeira.

A saída da sócia abriu caminho para a entrada de novos parceiros no projeto da Bacia de Santos, no entanto a petroleira australiana afirma que o modelo atual, com 100% de participação, já contempla o andamento do projeto.

“A companhia está, contudo, aberta a ouvir empresas interessadas, que possam vir a se tornar um parceiro adicional”, declarou a empresa à reportagem.



Por Cláudia Siqueira e João Montenegro