WHAT'S NEW?
Loading...

Morre terceira vítima de explosão em sonda operada pela Odebrecht para a Petrobrás

Resultado de imagem para sonda NS-32

A Petrobras informou a morte da terceira das quatro vítimas da explosão ocorrida na última sexta-feira (9) na sonda NS-32, instalada no campo de Marlim, na Bacia de Campos. Eduardo Aragão de Lima, de 33 anos, morreu à 0h20 deste domingo, 11. Ele estava internado em estado grave.

A vítima era funcionário da Odebrecht Óleo e Gás (OOG), empresa responsável pela operação da sonda.

Na sexta-feira, morreu Ericson Nascimento de Freitas, de 29 anos. No dia seguinte, a Petrobras informou a morte de Jorge Luiz Damião, de 44 anos. Os dois eram funcionários da IMI, prestadora de serviços para a Odebrecht. Outro trabalhador, de nome não informado, teve ferimentos leves e recebeu alta hospitalizar no sábado.

Em nota, a Petrobras informou que "autoridades competentes já foram notificadas e uma comissão foi formada para investigar as causas do acidente". Não houve incêndio subseqüente, nem impacto à produção no Campo de Marlim. A estatal informou também que não há riscos de vazamento. Segundo leitores do Notícias do Trecho que estavam embarcados, o plano de emergência foi acionado imediatamente e as equipes especializadas monitoraram a sonda, que já se encontra em condição segura.